Amigos seguidores..

sábado, agosto 07, 2010

0

Dúvidas resolvidas sobre seu cão.....


MEU CACHORRO FICA CHEIRANDO TUDO AO SEU REDOR – O cachorro se utiliza deste artifício para conhecer tudo que o envolve e ao ambiente. Enquanto o ser humano tem cerca de 5 milhões de células olfativas, o cachorro possui 220 milhões de “receptores de cheiro”. É Através do cheiro que o cachorro deixa pelo caminho no xixi, que o próximo peludo que passar vai saber todas as características do anterior, como por exemplo a idade, sexo, tamanho. Digamos que o cheiro é algo como o RG do animal. Por isso, proprietários de cães, não se envergonhem quando seus cachorros se encontrarem pela rua e um começar a cheirar o bumbum do outro. Nada de dar broncas e puxar a guia, eles estão apenas se conhecendo, pois na região do ânus existe uma glândula (glândula adanal) que os apresenta pelo cheiro. Esta cheirada deles seria considerada o nosso aperto de mãos.
DEVO FAZER CAMINHADAS COM MEU CÃO? (MEU CÃO FAZ XIXI DENTRO DE CASA!!) – Sim, devemos, pois é essencial para a socialização, saúde e tudo mais de positivo que seu cachorro possa precisar. Mas lembrem-se sempre de utilizar acessórios adequados como coleira e guia própria para o tamanho e peso do seu animal e saquinho plástico para catar o cocô dele do chão. Esses passeios diários podem se transformar numa incrível fonte de prazer e porque não socialização sua com seus vizinhos? Outro fator muito importante é que com passeios freqüentes, o cachorro não cria aquela neurose de latir pra qualquer coisa no portão de casa, não fica com medo de barulhos estranhos como o de fogos de artifício, se acostuma a todos os tipos de estímulos externos sem traumas e o mais importante, o animal tenderá a fazer suas necessidades na rua e não em casa!
QUAL É A MELHOR DIETA QUE DEVO OFERECER AO MEU ANIMAL? – Bem, o seu cão vai comer a ração que você fornecer e mais tudo que ele conseguir roubar, como as tiras do chinelo, o plástico que envolvia aquela carne, meias recentemente utilizadas, etc. Ok, é brincadeira, mas se transforma num assunto sério quando em exagero. Já tive um Bull Terrier (Petrus, esse da foto!) que comia de tudo, até a parede do quintal.... mas isso pode se tornar perigoso, é bom estar sempre atento ao que estiver ao alcance deles, pois a curiosidade pode levá-los a finais trágicos... É vital uma ração de boa qualidade, assim como a quantidade certa descrita na embalagem. Às vezes nos assustamos com o preço de rações Super Premium, mas se compararmos custo/benefício veremos que vale a pena. Em primeiro lugar a quantidade utilizada é bem menor. Em segundo, você vai perceber a diferença na pelagem (brilho e pouca queda de pêlos), na saúde e principalmente e mais perceptível, nas fezes, menores, firmes e com intervalos de tempo maiores. Isso ocorre porque essa linha de ração proporciona uma melhor absorção intestinal pelo cachorro, tem até rações desenvolvidas especialmente para determinadas raças.
MEU CÃO COME AS PRÓPRIAS FEZES!!! Não coloque alimento caseiro misturado à ração, a não ser que o veterinário mande, pois você poderá desbalancear uma ração testada e aprovada para melhor absorção pelo seu animal. Existem alimentos para o nosso consumo que os animais não conseguem digerir direito, causando aquelas fezes moles e problemas digestivos. Quando o intestino seleciona alguns nutrientes e não os absorve (comum em filhotes), muitas vezes o animal fica carente daquele determinado nutriente e passa a COMER SUAS PRÓPRIAS FEZES, pois o nutriente não absorvido será eliminado nas fezes e instintivamente o animal o procura. Meu conselho é que troque de ração por outra marca mas que seja de boa qualidade ou pare de administrar outros alimentos juntamente à ração. O chocolate, por exemplo, tem uma substância altamente tóxica para cães, chamada TEOBROMINA, sabemos que se o cão ingerir a partir de 100mg/kg de chocolate, pode ser fatal!! Eu sei que alguns podem pensar que “de vez em quando” não faz mal, porém essa substância pode ser acumulativa no organismo e provocar um efeito tóxico a longo prazo, daí o animal morre do nada e nós ficamos, na clínica, sem saber o que fazer, né? A Cebola também deve ser evitada, ela causa a morte em gatos em até 24horas, na maioria das vezes por hemorragia interna.
MEU FILHOTE DORME MUITO, É NORMAL? – O filhote precisa dormir em média 17 horas por dia. Após as brincadeiras e longas caminhadas o descanso é fundamental para o cão. Devemos respeitar a hora do ronco dos cães, para nossa própria segurança. Os cães, diferente do que muita gente pensa, sonham!! E sabemos que o sonho é saudável, tanto para animais como para nós, portanto não vamos interromper essa sensação gostosa que seu animal pode estar tendo, mesmo que esse sonho seja agitado o suficiente para fazê-lo ter movimentos involuntários que podem nos assustar.
QUANDO E COMO DEVO RECOMPENSAR MEU ANIMAL – Sempre que o seu cão fizer algo legal, recompense-o no momento exato. O cão não sabe o que é certo ou errado, mas sabe que se for recompensado é porque é a coisa certa a ser feita. Tudo que ele quer é agradar ao dono, apenas mostre a ele como fazer isso. Como? Carinho, petisco e demonstrações de afeto em geral. Eles adoram receber presentes desse tipo. Eles adoram ir buscar coisas, tudo o que o dono jogar, inclusive a roupa suja no cesto e as meias novas eles irão buscar. É diversão garantida por horas a fio ficar jogando bolinhas e brinquedos próprios para cães.
VOCÊ FAZ PARTE DA MATILHA DE SEU CÃO – O cão nos enxerga como um indivíduo que faz parte de sua matilha e sendo assim ele adora ser cuidado, ser tratado, ser alimentado, ser acompanhado, ser o cachorro dos seus sonhos, ser o centro das atenções. Na matilha o cão participa de tudo que rola ao seu redor. Essa é com certeza uma maneira de deixar o cão feliz, deixá-lo nos acompanhar nos eventos do dia-a-dia como levar as crianças pra escola, ir buscar, comprar o pão de manhã, levar nas atividades da família à tarde, etc. Estando na companhia das pessoas que ele confia, ele está feliz!
COMO DEVO FAZER PARA ELE ME OBEDECER? Precisa-se estabelecer uma hierarquia para entender as regras básicas de sobrevivência na sua casa. O líder da matilha não deve ser ele, em hipótese alguma e para que você adquira esse posto basta que tenha disciplina em horários, como por exemplo dar a ração sempre no mesmo horário do dia e retirá-la após 10 minutos se ele ainda não comeu, assim ele perceberá que é você quem determina a hora de comer e não ele, como um líder! Os passeios também devem ter um horário pré-estabelecido, assim ele percebe que é a sua vontade que está sendo obedecida e não a dele. Uma rotina definida faz um cachorro feliz, e mudar a rotina é muitas vezes motivo de stress, siga essas regras desde cedo e verá o quão respeitoso seu cachorro se tornará com você.
Para entender o cachorro temos que tentar pensar como ele. Ele gosta de coisas diferentes de você, assim, respeite suas necessidades de cachorro, sua forma de pensar, de agir, de se alimentar. Quando você começa a entender o que seu cachorro espera de você, tudo fica mais fácil e gostoso. O treinamento com carinho, recompensa e a participação do dono não tem como dar errado, e o cachorro fica super feliz de poder demonstrar pro dono que o entende e obedece. Acima de tudo ele o respeita por amor, não por medo. Depois de um treinamento básico vocês se entendem muito melhor, e o relacionamento fica cada dia mais gostoso. Vocês abrem uma linha de comunicação mútua, aumentando sempre a confiança de um no outro.
Seja um dono justo para o seu cão. Quando você briga com ele por um motivo real, ele entende e não fica chateado com o dono. Ele descobre que errou e, se for repreendido da maneira correta, no momento certo, vai tentar acertar na próxima. Da mesma maneira, não esqueça de elogiar bastante, sempre que possível. Isso fará de você o dono que ele espera, aceita, respeita e ama como líder.
Se você for um dono responsável, carinhoso, justo, dedicado e que transmite confiança ao seu animal, terá como retorno a forma mais linda e incondicional de amor, o amor de um cão, onde basta amar para ser amado. 
Boa diversão e até a próxima!
Um grande abraço,
    Dra.Andrea Natali

Nenhum comentário: